sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Prefeitura de Caruaru entrega Polo Gastronômico da Feira de Artesanato

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, esteve na manhã desta sexta-feira (14), realizando a entrega do Polo Gastronômico, instalado na Feira de Artesanato. Localizado no coração do Parque 18 de Maio, o espaço abriga seis restaurantes, comandados por nomes conhecidos da culinária da feira mais famosa de Pernambuco: Tia Bia, Sueli, Mãe Beata, São José, Heleno e Tia Guida.

De acordo com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o complexo gastronômico foi pensado como local propício para os apreciadores da boa comida típica de feira e ponto de encontro para turistas, visitantes, feirantes e clientes da Feira de Caruaru. “Construímos um espaço que é, na verdade a semente da valorização da feira popular da nossa cidade. A sensibilidade de cada um que trabalhou de forma intensa para a realização desse projeto foi fundamental. Para quem gosta de comida de feira, sabe que a nossa é a melhor. Agora a gente tá fazendo esse investimento, entregando um espaço digno que o nosso povo merece. Aqui nós estamos dando um grande exemplo de como pode ser o turismo sustentável, ainda mais nesse momento de novo normal”, afirma a prefeita.

O novo equipamento tem 2.153,76m² de área, garantindo acessibilidade a todos os espaços e uma área de convivência com piso intertravado, bancos, lixeiras, jardineiras e um pequeno palco para apresentações culturais. Já os restaurantes contam com estrutura de cozinha com capacidade para os equipamentos industriais e ambientações temáticas, decoradas por arquitetos caruaruenses.

“O Polo Gastronômico é um reconhecimento aos artistas da nossa gastronomia, que fazem história com a comida típica da nossa cidade. Estamos entregando uma estrutura profissionalizada e dentro de todos os padrões recomendados, para que a população continue saboreando um menu caprichado em um espaço confortável”, explica o secretário Extraordinário da Feira, José Pereira.

Orçamento: as lições da Covid

O governo Temer foi aprovado uma Emenda Constitucional que limitava os gastos de um ano a 80% dos gastos do ano anterior, por órgão. A escalada da dívida pública mostrava que o Brasil entraria em colapso financeiro sendo, por exemplo, a emissão de moeda uma forma alternativa de pagar as contas. Coisa sugerida, inclusive, por Rubens Ricúpero em maio passado. Na época fiz críticas ao fato de ser preciso uma Emenda Constitucional para controlar gastos e que isso pouco resolveria sem que se cuidasse de uma reforma tributária para melhorar a arrecadação.

Todo começo de ano, uma das primeiras medidas orçamentárias é corte em algumas rubricas dentre elas gastos com propaganda, diárias e viagens. A pandemia mostrou que muitas das ações futuras, tanto no setor público quanto no setor privado, deverão se adequar. O governo federal, por exemplo, economizou R$ 500 milhões em cinco meses. Até o fim do ano chegaremos a R$ 1 bilhão e tem-se alguma justificava para não se manter esse tipo de procedimento nos exercícios seguintes? Nada. O governo, em qualquer nível, precisa se adaptar do mesmo jeito que as empresas privadas precisarão fazer.

É necessário entender que orçamento depende de arrecadação e que no Brasil a receita em estimada para suportar as despesas quando deveria ser o contrário: olhar a receita para definir como iria gastar. Lógico, que isso vai ser feito sempre com base numa estimação, mas pelo menos já depurava despesas inócuas. No final das contas, a arrecadação é superestimada apenas para manter despesas que poderiam ser menores. Está mais do que claro que se é, absolutamente, possível promover eventos, participar de eventos, sem sair do ambiente de trabalho. A covid-19 está provando isso.

O processo tem como principal insumo a energia. Sem ela falta o motor para colocar em movimento a tecnologia. O que se provou com a pandemia foi que alguns processos produtivos não precisam de presença física do trabalhador.  A reforma trabalhista, por exemplo, já previa trabalho remoto para algumas categorias como,  por exemplo, a área de informática. A tendência mostra que tudo aquilo que depender de tecnologia vai ser intensificado sem a necessidade de contato presencial.

Enquanto a situação da pandemia se agravar, a manutenção de programas sociais, que minimizem o impacto sobre os mais carentes, deve continuar. E o governo só tem duas opções no curto prazo: emitir moeda e colocar em risco todo esforço de manutenção da inflação em patamares aceitáveis ou cortar despesas. Acrescente-se que a economia com rubricas que sofreram redução pode ser alocada em ações integradoras.

 

Senac está com inscrições abertas para cursos de inglês em Caruaru

Estão abertas as inscrições para cursos de idiomas no Senac, na unidade de Caruaru. As turmas estão sendo oferecidas na modalidade remota para os níveis Pre-Intermediate e Intermediate English, Beginners I e II, Elementary, Advance English, Teens e Kids. Crianças a partir dos oito anos podem ser matriculadas nas turmas Kids e a partir dos 10 anos, nas turmas Teens. Os interessados devem procurar a unidade do Senac no Indianópolis em Caruaru.

O ensino remoto surgiu para atender à necessidade de isolamento social por causa da pandemia da covid-19, mas os professores observaram uma boa aceitação dos alunos. Para a instrutora do Senac em Garanhuns Vera Moroni, a interação, as dinâmicas e brincadeiras que antes eram realizadas em sala de aula foram substituídas por jogos online, com uso de aplicativos e sites. Ela afirma que percebeu uma participação mais ativa dos alunos e atribui à timidez de alguns deles. “Eles fazem slides, criam vídeos, grupo de discussão, discutem sobre o tema. Eles se sentem mais confortáveis por não estarem tão expostos como na aula presencial. Eu percebi, realmente, uma melhora significativa na fluência deles”.

No entanto, alguns alunos ainda preferem ter aula presencial. Para esses casos, algumas turmas terão formato híbrido, começando de forma remota e, depois, gradativamente, passam para a forma presencial. Para a gerente do Senac em Caruaru, Michelliny Almeida, a instituição está se preparando para atender às duas situações: fazer o curso todo de forma remota, e começar o curso em casa, mas depois passar a ter aula presencial.

Em Caruaru, há turmas de segunda a sexta dos níveis Beginners I, Elementary, Pre-Intermediate English, Intermediate English, que têm carga horária de 150 horas, e Advance English, com 140 horas. Às terças e quintas, há turmas de Kids I e Teens I e Teens 4 , às segundas e quartas Teens 1 e 3 e aos sábados turmas Elementary English I e II, Beginners II, Pre-Intermediate II com 80 horas-aulas

Serviço
Cursos de Inglês no Senac
Informações e matrículas
www.pe.senac.br

Senac de Caruaru
Av. Maria José Lyra, 140 – Indianópolis
Telefones: (81) 37278259 / 8260 / 0800 081 1688

Turmas na Unidade em Caruaru
Beginners I – 150h
01.09 a 22.12 – Segunda a Sexta – 20h às 22h
Investimento: 5 x R$230

Elementary English – 150h
01.09 a 22.12 – Segunda a Sexta – 18h às 20h
Investimento: 5 x R$230

Pre-Intermediate English – 150h
31.08 a 21.12 – Segunda a Sexta – 20h às 22h
Investimento: 5 x R$230

Intermediate English – 150h
31.08 a 21.12 – Segunda a Sexta – 18h às 20h
Investimento: 5 x R$230

Advance English – 140h
31.08 a 10.12 – Segunda a Sexta – 18h às 20h
Investimento: 5 x R$225

Elementary English I e II – 80h
22.08.2020 a 09.01.2021 – Sábados – 8h às 12h
Investimento: 4 x R$130

Pre-Intermediate English II – 80h
22.08.2020 a 09.01.2021 – Sábados – 8h às 12h
Investimento: 4 x R$130

Beginners II – 80h
22.08.2020 a 09.01.2021 – Sábados – 8h às 12h
Investimento: 4 x R$130

Kids 1 – 60h
01.09 a 10.12 – Terça e Quinta – 13h às 15h
Investimento: 4 x R$110,00

Teens 1 – 60h
01.09 a 10.12 – Terça e Quinta ou Segunda e Quarta – 15h às 17h
Investimento: 4 x R$110,00

Teens 3 – 60h
24.08 a 16.12 – Segunda e Quarta – 15h às 17h
Investimento: 4 x R$110,00

Teens 4 – 60h
01.09 a 10.12 – Terça e Quinta – 15h às 17h
Investimento: 4 x R$110,00

Prefeita Raquel Lyra recebe representante da PRF

A Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, recebeu em seu gabinete, na manhã desta sexta-feira (14), o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Gilsomar Fabiano. O encontro formalizou o anúncio da nova sede da Polícia Rodoviária Federal, que será construída no município. “Temos certeza que a nova estrutura vai reforçar ainda mais o trabalho da PRF na região. Investimentos desse tipo garantem mais segurança para nossa gente e rapidez na resolução de problemas. Agradeço a atenção à nossa cidade”, frisou Raquel.

Pernambuco não avança no plano de flexibilização das atividades econômicas

Pernambuco não avança nenhuma etapa na próxima semana no plano de flexibilização das atividades econômicas. Apesar da estabilidade na curva de contaminação do coronavírus, a decisão do governo do estado visa garantir que não haja uma nova crescente dos casos da Covid-19 e um consequente recuo nas etapas já liberadas. Apenas Ouricuri e Araripina terão novidade a partir da próxima segunda-feira. Os dois municípios estão desde o último dia 7 em isolamento mais rígido, apenas com as atividades consideradas essenciais funcionando. Eles voltam para a etapa quatro, com o retorno do funcionamento do comércio varejista.

Desta forma, a Região Metropolitana do Recife e as Zonas da Mata Norte e Sul seguem na etapa sete, com serviços de alimentação podendo funcionas entre 6h e 22h e shoppings abrindo durante 12 horas, entre 10h e 22h. As Macrorregiões 2, que compreende os municípios de Caruaru, Garanhuns e o entorno, e 3, com Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada como principais polos, permanecem na etapa seis. Os serviços de alimentação e shoppings podem funcionar das 6h às 20h com capacidade reduzida em 50% e também estão liberadas as academias e polo de confecções.

As Macrorregiões 4 e 5, com as Gerências Regionais de Saúde em Salgueiro e Petrolina, permanecem na etapa cinco, com 50% dos escritórios e 100% das concessionárias de veículos. Os serviços essenciais continuam funcionando, como o comércio atacadista, e sistema de delivery e ponto de coleta em lojas de material de construção, serviços de alimentação, feiras e polos de confecções. Ainda na Macrorregião 4, Araripina e Ouricuri saem do isolamento mais rígido e retomam a etapa quatro.

“O nosso plano de convivência com a Covid-19 foi muito estudado e essa semana completa 75 dias dele. Temos conseguido implantar a retomada de acordo com a pandemia em cada região do estado. A gente compreende os setores que não conseguiram voltar ainda, mas é analisando os dados que fazemos os avanços quando possíveis. Mas é importante ter cautela para sempre avançar e não ficar no efeito sanfona, abrindo e fechando se perder o controle da curva de contaminação. Não podemos achar que a doença foi embora, precisamos ter cuidado com os protocolos”, disse Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Diario de Pernambuco

Mais de 40 milhões de brasileiros querem trabalhar mas não conseguem, diz IBGE

A taxa de desemprego chegou a 13,7% na última semana de julho, com 12,9 milhões de desocupados, 3 milhões a mais do que na primeira semana de maio, quando a taxa de desocupação estava em 10,5%.

Os números são da pesquisa Pnad Covid-19, que busca identificar os efeitos da pandemia no mercado de trabalho e na saúde dos brasileiros.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) considera como desempregados apenas os trabalhadores que procuraram ativamente por uma vaga de emprego.

Outros 28 milhões de brasileiros gostariam de trabalhar, mas foram considerados fora da força de trabalho na última semana de julho, por não terem buscando ativamente uma ocupação. Desse contingente, 18,5 milhões disseram que não procuraram trabalho por causa da pandemia ou por não encontrarem uma ocupação na localidade em que moravam.

Assim, o país somava ao fim de julho mais de 40 milhões entre pessoas oficialmente consideradas desempregadas e aquelas que gostariam de trabalhar, mas não buscaram ocupação por algum motivo, dentre eles, a pandemia.

Na última semana de julho, a população ocupada somava 81,2 milhões, estatisticamente estável em relação à semana anterior (81,8 milhões), mas uma queda em relação ao início de maio (83,9 milhões), quando começou a série histórica da Pnad Covid.

Os afastados do trabalho devido ao distanciamento social caíram a 5,8 milhões na última semana de julho, ante 6,2 milhões na semana anterior e 16,6 milhões no início de maio.

Com isso, os afastados do trabalho passaram a representar 7,1% da população ocupada, contra 19,8% no início de maio.

Ainda dentro da população ocupada, 8,3 milhões seguiam trabalhando remotamente ao fim de julho, contra 8,2 milhões na semana anterior e 8,6 milhões no início de maio.

O nível de ocupação, percentual de pessoas efetivamente ocupadas entre aquela em idade de trabalhar, chegou a 47,7% na última semana de julho, comparado a 48% na semana anterior e 49,4% no início de maio.

A taxa de informalidade chegou a 33,5% na última semana de julho, ligeiramente acima da semana anterior (32,5%), com 27,2 milhões de pessoas trabalhando de forma informal ao fim do mês passado.

“Vimos na divulgação da semana passada que essa população tinha caído. É uma força de trabalho que oscila bastante nessas comparações curtas. As pessoas entram e saem da força de trabalho com muita facilidade. Com mais facilidade que a população ocupada, que é formalizada”, afirmou a coordenadora da pesquisa, Maria Lúcia Vieira.

Entre os informais estão os empregados do setor privado e trabalhadores domésticos sem carteira; empregadores e trabalhadores por conta própria que não contribuem para o INSS; e pessoas que trabalham ajudando familiares sem remuneração.

Saúde Ainda conforme a pesquisa, 13,3 milhões de pessoas apresentavam pelo menos um dos 12 sintomas associados à gripe (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular) ao fim de julho.

Dessas, cerca de 3,3 milhões buscaram atendimento médico. Desse total, 159 mil ficaram internadas em algum hospital. No início de maio, quando a pesquisa começou, 26,8 milhões relataram algum sintoma gripal.

Folhapress

Preço no direct, pode?

Por Hortênsia Nunes B. de Oliveira*

O instagram surgiu com a proposta de ser uma rede social com formatação simples para compartilhar fotos, vídeos e mensagens. O Brasil perde apenas para os Estados Unidos e para a Índia em número de usuários, só aqui ele conta com 69 milhões, o que aumenta sua interação. Tendo isto cumulado ao crescimento do mercado virtual, essa rede social tornou-se uma excelente vitrine para o comércio eletrônico (e-commerce) de produtos e serviços.

Cansamos de ver várias marcas utilizando exaustivamente da ferramenta para divulgarem seus produtos e várias delas não incluem os preços nas descrições dos produtos. Isso faz com que o potencial consumidor comente na postagem indagando qual o valor. A reposta daquele que vende quase sempre é: “preço no direct”. Essa forma de negociação visa despertar o interesse do consumidor, prospectar a rede social e evitar que o cliente compare os preços, por exemplo.

Independente das justificativas para disponibilizar o preço dos produtos via direct, o empresário e/ou comerciante deve observar a legislação federal quanto à temática. A Lei 10.962/04 dispõe sobre a oferta e as formas de afixação de preços de produtos e serviços para o consumidor. Esta estabelece que serão admitidas no comércio eletrônico, como de afixação de preços em vendas a varejo para o consumidor, a divulgação ostensiva do preço à vista, junto à imagem do produto ou descrição do serviço, em caracteres facilmente legíveis com tamanho de fonte não inferior a doze (Art. 2º, inciso III da Lei 10.962/04).

Portanto, o preço precisa sempre estar visível pelo consumidor. Os meios eletrônicos utilizados para oferta ou conclusão de contrato de consumo devem disponibilizar o preço em local de destaque e de fácil visualização, além de outras informações, como as condições integrais da oferta e as modalidades de pagamento. A contratação no comércio eletrônico deve possuir informações claras a respeito do produto, serviço e do fornecedor e o atendimento deve ser facilitado. A operação de venda deve ser facilitada e a relação de consumo respeitada (Decreto Federal nº 7.962/2013).

A legislação é clara e detalhada, informa que a divulgação do preço deve ser ostensiva, não restringida. Desta forma, o preço deve ser alocado em local de fácil e rápida percepção, não pode ser informado apenas “via direct” ou por qualquer outro encaminhamento que façam ao consumidor.

A não observância dessa norma é considerada abusiva por ser caracterizada como publicidade enganosa. Ela é enganosa pois deixa de informar o preço, um dado essencial do produto ou serviço, que deve ser informado de forma correta, clara, precisa e ostensiva, conforme evidencia o Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90).

Portanto, divulgar o preço via direct pode não ser tão positivo quanto se imagina. De um lado ele desperta o interesse no potencial consumidor do outro ele dificulta a operação da venda e descumpre a legislação. Para evitar problemas com os consumidores, os anunciantes devem cumprir os requisitos legais, anunciando de forma transparente o valor e as formas de pagamento. A prática do preço por direct é sim proibida e abusiva.

Hortênsia Nunes Braz de Oliveira é Advogada, Pós-Graduada em Direito Processual Civil e Direito Tributário e Membro da Comissão de Direito Imobiliário e Urbanístico- OAB/Caruaru

Caruaruenses ganham mais uma creche e uma escola

Caruaru ganhou, ontem (13), mais uma creche, e uma escola foi requalificada. As duas unidades educacionais contam com excelentes estruturas.

Localizada no Bairro Jardim Boa Vista (Panorama), a Creche Professor Carlos Antônio Amaral de Almeida conta com 10 salas de aula, uma sala multiuso, fraldários, ambiente para amamentação, lavanderia, copa, cozinha, jardim/horta, playground, entre outros espaços.

No Bairro Maria Auxiliadora, a Escola Municipal Professora Tereza Neuma Pereira Pedrosa passou por requalificação. O espaço recebeu serviços de construção de muro e renovação de pisos, pintura e readequação da rede elétrica, além de receber uma quadra poliesportiva coberta.

“São mais duas entregas para o nosso povo. A creche está totalmente preparada e equipada para receber as crianças enquanto as mães poderão trabalhar sabendo que os seus filhos estão sendo cuidados com segurança e carinho. Visitamos também a escola e os alunos certamente ficarão surpresos com toda a estrutura, assim que as aulas forem retomadas”, afirmou a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra.

Foto: Janaina Pepeu

Atualização do cadastro SUS para os moradores da Vila Canaã

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, a partir desta sexta (14), o Posto de Saúde da Família da Vila Canaã, zona rural da cidade, estará convocando a população que reside nas casas da Caixa para atualização do cadastro do SUS.

O atendimento acontecerá todas as sextas-feiras do mês de agosto, sempre a partir das 8h. É necessário levar o cartão do SUS e documento de todas as pessoas que moram na residência. No ato é apenas necessário a presença de um membro por casa.

Coluna Esplanada

BRASÍLIA, SEXTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2020

Tiro certeiro

O juiz federal Marcelo Bretas mirou o canhão judicial na mina de ouro de muita gente graúda. O R$ 1 bilhão de multa que o doleiro Dario Messer terá de pagar, com a confirmada delação premiada homologada, pega a reserva de todos os clientes que não conseguiram sacar suas movimentações até seu mandado de prisão. A Polícia Federal sabe disso, o juiz também. E ainda não há rastreamento de todas as contas offshore da turma. A delação vindoura será a mais esperada lista dos próximos meses, e o camburão da PF vai para pista com giroflex ligado. É a resposta para quem acreditava que a Operação Lava Jato estava morrendo. Ela apenas mudou a rota.

Duplo assassinato

A Polícia de Pernambuco aponta motivação banal, por desentendimento entre menores – como antecipamos – na morte do blogueiro Áquila Silva e de seu filho de 15 anos. Nome do atirador não foi revelado. Tem padrinhos fortes, e tem cargo comissionado.

Mas..

Um mistério ronda o crime, por se tratar, por ora, apenas da versão do criminoso. Áquila denunciava prefeitos da região em seu blog na Mata Sul. O MP pode requerer investigações mais detalhadas além do indiciamento por duplo homicídio qualificado.

Memorial

Um leilão de fotos antigas no site do leiloeiro Alberto Lopes oferece por R$ 30 (lance mínimo) uma suposta e raríssima foto (Lote 1189) de Cabo Anselmo, de 1984.

Pneu furado

A Infosolo (lembram dela, como citamos?) derrapou na pista e caiu na vala dos encrencados na Justiça. A 2ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba acaba de acolher decisão do Ministério Público do Paraná e suspendeu o contrato da empresa com o Detran do Paraná, para registro de financiamento de veículos. O Gaeco já cerca o grupo há anos, com operações policiais.

Caixinha

Entre outras ilegalidades, descobriu-se que a própria empresa elaborou o edital que venceu, com ajuda de servidor. Isso mesmo. A Justiça mandou bloquear mais de R$ 79 milhões da empresa, valor apontado como superfaturamento nos serviços.

Quebra-molas

O Governo de Ratinho Jr., que herdou o contrato da gestão anterior, está numa situação delicada: o cidadão paranaense lesado, que pagou a mais pelos serviços, pode ir à Justiça contra o Estado.
Juiz na urna

O juiz aposentado Márlon Reis, idealizador da Ficha Limpa, atualmente trabalha como advogado eleitoral no eixo Norte-Nordeste, mas quer disputar para deputado federal em 2022. Márlon, que disputou e perdeu o Governo do Tocantins na última eleição, vai apoiar este ano Tiago Andrino (PSB) na disputa para a prefeitura de Palmas.

Lá e cá

Sócia da Samarco, a mineradora gigante britânica BHP trabalha com sua banca advocatícia para minar o processo protocolado pelas vítimas da barragem rompida de Mariana (MG) na Justiça de Manchester, sede da empresa. A defesa alega que “os pedidos duplicam questões pré-existentes já andamento no Brasil, ou que estão sendo atendidas por meio do trabalho que é conduzido pela Fundação Renova”.

Peso do malhete

O juiz Justice Turner, do Supremo Tribunal de Justiça da Inglaterra, é que vai bater o malhete até outubro se o processo protocolado na Justiça de Manchester seguirá lá ou deve ser julgado no Brasil. A banca internacional PGMBM representa mais de 200 mil vítimas brasileiras na ação, desde moradores a empresas e entidades. Na Justiça britânica, o valor da indenização pedido é de R$ 27 bilhões.

Destino certo

O trade turístico, bem unido nesta pandemia, comemora o incentivo oficial do Governo federal no setor, com a visita do ministro Marcelo Álvaro, ontem, a Porto Seguro. Não por acaso ele escolheu a cidade praiana do sul da Bahia para relançar o programa de incentivos a viagens. Porto vai ganhar um segundo aeroporto internacional, privado.

Axé!

A região do Sul da Bahia é uma potência turística nacional. Porto Seguro recebe voos lotados diários, todos os meses, com turistas que se espalham por praias paradisíacas como Trancoso, Caraíva, Santo André, Arrail D’Ajuda, Coroa Vermelha, entre outras.

ESPLANADEIRA

# Estão abertas inscrições para o Fundo de Resposta Rápida da iniciativa Pulsante, sobre projetos para inclusão social.. #A Prefeitura de Maricá (RJ) reabre hoje seu Cinema Público Municipal Henfil. # A pandemia motivou a digitalização do Judiciário. Mais de 85% do acervo atual na Justiça Federal e 100% dos processos na Justiça do Trabalho já são eletrônicos. # WorldSteak, clube de assinaturas de carnes e produtos premium, firma parceria com a Evino. # Startup Baselab cria o curso “Formação prática em coordenação de campanhas progressistas” para ajudar. https://bit.ly/coordenacampanha # Rose’s Wine & Cheese e a Onestà Cafe realizam hoje 1° Jantar Harmonizado, com massas artesanais e vinhos do Velho Mundo.

 

Publicidade

Facebook

x